O Casamento de Pippa Middleton e James Matthews

Pippa Middleton (33 anos) e James Matthews (41 anos) se casaram, na manhã do dia 20 de maio, em St Marks’ Church, em Englefield-Inglaterra, numa igreja de pedras do século 13. A decoração foi em tons de rosa e off-white em cerimônia marcada para às 11h30 (horário local) para cerca de 300 convidados.

O vestido de noiva foi assinado por Giles Deacon, com modelo de renda, com manga curta e abertura nas costas (que custou £40 mil, cerca de R$170 mil). Nos cabelos usou coque e uma tiara com maquiagem bem natural.

“O vestido é feito com uma cap sleeve, gola alta e tem a parte de cima estruturada com corselete com moulage na frente e um decote em formato de coração nas costas”, explicou o estilista ao WWD. “A renda de seda de algodão foi aplicada artesanalmente para dar a impressão de que o vestido não tem costuras. O corpete em renda é bordado com detalhes em pérola sobre uma anágua de tule e organza, que tem várias camadas para dar movimento na barra do vestido. È um privilégio mostrar o trabalho artesanal que minha equipe produz em Londres e uma mostra real do apoio que Pippa dá a moda britânica”.

Na minha opinião, o vestido de Pippa é um dos vestidos de noiva mais lindos que já vi! Maravilhoso!

A Duquesa de Cambridge, Kate Middleton, optou por um super discreto vestido rosé mídi de mangas longas de Alexander McQueen. George e Charlotte roubaram a cena como pajem e daminha de honra.

Os Príncipes William e Harry também participaram do casamento, sendo William e Kate um dos casais de padrinhos.

Carolina Middleton, mãe da noiva optou por um vestido rosa claro e entrou acompanhada pelo filho James Middleton.

Fotos: Getty Images.

 




Como usar o Airbnb? Minha experiência

Pesquisar formas mais simples e mais baratas para uma hospedagem é uma rotina para quem gosta de viajar. E foi assim que descobri o Airbnb, um aplicativo que oferece opções de hospedagem de acordo com a localidade, data e você ainda pode optar por escolher uma casa/apartamento ou então se hospedar em casa de terceiros pagando apenas por um quarto.

Minha experiência foi muito tranquila. A partir do momento que decidi a data da viagem que faria ao Rio de janeiro, já comecei a pesquisar a hospedagem e entre tantas pesquisas fiquei na dúvida entre hospedar em um hotel ou em uma residência (casa ou apartamento) pelo aplicativo já que havia opções na localidade da cidade em que eu gostaria.

Após mais algumas pesquisas optei pelo Airbnb, busquei opções próximas a localidade que eu queria, olhei fotos do imóvel e comentários de outras pessoas que também tinham se hospedado no local, tirei minhas dúvidas com o proprietário do imóvel e fiz a reserva.

Quando cheguei ao imóvel o proprietário estava a minha espera para entregar as chaves e apresentar o apartamento. E tudo foi bastante tranquilo assim como se eu tivesse optado por um aluguel com uma imobiliária ou através de um hotel. Lógico que optando por um imóvel de temporada você vai ter que se virar com café da manhã e outros pequenos detalhes mas eu realmente prefiro ao invés de um hotel.

A grande dica para você ter segurança em fazer a reserva e não cair numa “roubada” é conferir os comentários de outras pessoas que também se hospedaram no imóvel. Depois de olhar todas as fotos e regras do imóvel, leia os comentários. E para ajudar os outros usuários que também podem se interessar pelo mesmo imóvel, quando você finalizar sua hospedagem não deixe de fazer um comentário contando sua experiência, isso ajuda o proprietário do imóvel e dá segurança aos futuros hospedes.

Já estou na pesquisa para o próximo destino 😉 E você? Já experimentou? Me conte nos comentários!

Observação: Este post e não possui fins publicitários. A opinião aqui apresentada foi baseada em nossa real experiência com o aplicativo.



Conhecendo o Rio de Janeiro

Foi uma viagem bem rápida de 3 dias mas que veio a calhar com o momento que estava vivendo (precisava sair da rotina para pensar), tinha acabado de passar pelo meu aniversário (os 30 anos chegaram uhull trintei) e tinha uma prova para fazer na cidade. Então não tinha momento melhor e fiz as possibilidades se concretizarem para que a viagem fosse possível. Planejei cada detalhe para que eu pudesse aproveitar ao máximo essas poucas horas numa cidade, para mim, desconhecida até então e cheia de novidades.

A verdade é que não fiz nem 10% do que queria e voltei com gostinho de quero mais. Fiz a hospedagem pelo Airbnb e conto em outro post sobre essa experiência. Quem me segue lá no Instagram @momentodecuidar viu que publiquei algumas fotos da viagem por lá. Agora vou contar por aqui como foi essa programação, o que fiz e o que conheci na Cidade Maravilhosa e alguns detalhes sórdidos haha.

1º Dia:

Chegamos ao Rio de Janeiro no aeroporto do Galeão as 11h05 e fomos direto para o apartamento que faríamos a hospedagem. Almoçamos próximo ao prédio, fizemos uma comprinha no supermercado também bem próximo e a tarde fomos a praia de Copacabana. Ficamos na praia até o anoitecer, voltamos ao apartamento para arrumar para ir ao Shopping Rio Sul. Ir num shopping numa viagem curta, se você mora em uma cidade grande é sim tiro no pé e prefiro nem comentar que foi perca de tempo, mas segue a viagem…

2º Dia:

Era dia de prova mas como não consegui dormir direito acordei as 4h me arrumei e desci para praia às 5h para ver o nascer do sol. E olha… vou te contar que super valeu a pena! Coisa mais linda o nascer do sol na praia de Copacabana. No período da tarde foi a vez do Forte de Copacabana, depois Praia de Ipanema, pôr do sol na Pedra do Arpoador e então voltamos para Copacabana a pé passando pela Estátua de Carlos Drummond.

3º Dia:

Dia de conhecer o Bondinho no Pão de Açúcar, passamos pela Praia Vermelha e a tarde voltamos para praia de Copacabana até dar o horário de arrumar as malas para voltar pra casa.

Foi uma viagem maravilhosa que me fez repensar muitas coisas. Incrível como viajar faz a gente repensar a vida. Voltei mais leve, mais decidida e disposta a abrir caminhos que estavam fechados até então. Voltei trintona e de mente nova para essa nova fase.

Agora vamos aos detalhes sórdidos (adoro!!!)

Hospedagem: Como mencionei acima a hospedagem foi realizada pelo Airbnb, o apartamento era em Copacabana no quarteirão da praia e a escolha pela localidade foi feita justamente por querer aproveitar ao máximo o pouco tempo que tinha na cidade.

Alimentação: Toda alimentação foi feita nas proximidades do apartamento, seja em restaurantes próximos, seja nos quiosques na praia. Teve compra de lanches e em supermercado. Sobre alimentação nada foi planejado e tentar aproveitar o local onde você está para se alimentar é sempre mais fácil quando se tem pouco tempo.

Locomoção: Toda a locomoção foi feita via taxi e não sei informar se por Uber seria mais barato ou não. Gastamos cerca de R$ 70,00 por dia e por pessoa. Poderia ter usado o transporte público seja por ônibus ou metrô mas o tempo era muito curto para aprender a usar. Se você tem pouco tempo em um local é melhor usar algo mais prático.

Praia de Copacabana: Aproveitei alguns momentos na praia e por lá gastamos com cadeira e guarda sol, também me alimentei em quiosques e ambulantes.  Acredito que de longe é o programa mais barato de uma viagem para o litoral.

Forte de Copacabana: A entrada custou R$ 12,00 por pessoa e era uma grande curiosidade minha justamente pela vista. A vista é linda e existe a opção de se alimentar também por lá. O Forte oferece restaurantes e até uma Confeitaria Colombo (mas que também cobra entrada então talvez não compense para você).

Praia de Ipanema: Seguimos a pé do Forte de Copacabana a Praia de Ipanema. É muito pertinho e sinceramente não curti muito a praia, talvez estivesse cheia demais e achei ela um pouco suja pelo menos no espaço que visitei.

Pedra do Arpoador: A intenção era ver o pôr do sol mas como estava nublado não deu certo. Então aproveitamos o tempo vendo a vista e o movimento de visitantes.  É um local de difícil acesso pois subir na pedra mesmo com escada esculpida pode ser difícil para quem tiver algum tipo de problema na locomoção mas é um local com um energia incrível, além de lindo.

Pão de Açúcar: Ir no bondinho do Pão de Açúcar era meu passeio mais esperado. A entrada custa R$ 80,00 e você pode comprar o ingresso antecipado no site http://www.bondinho.com.br/ O ingresso dá direito a ida e volta e optei por comprar diretamente na bilheteria. No Pão de Açúcar você encontra lojas, restaurantes, espaço para eventos além de uma vista linda. Para mim a vista não foi tão maravilhosa porque ainda estava nublado hehe então vou deixar para ver a vista total numa próxima visita. Mas valeu muito a pena e super recomendo a visita.

Do pouco tempo que tive para conhecer a cidade achei ela muito bonita com um povo muito acolhedor. É um local excelente para treinar novas línguas porque é muito fácil encontra diversos turistas de diversos países. E no final das contas voltei com uma vontade tremenda de voltar para conhecer mais. Em breve retornarei!

Fotos: arquivo pessoal.