Consumo Consciente

A algum tempo, venho repensado mais minhas compras depois de ter entendido um pouco mais sobre consumo consciente e como ele impacta nossas escolhas e ações perante a natureza e nossas vidas. Eu já gostava de sustentabilidade e desde então leio cada vez mais sobre esses assuntos.

O fator financeiro também foi outro grande aliado já que nem sempre um produto barato ou caro quer dizer que ele é um produto que apresenta boa qualidade. E na busca do que as vezes é barato para o nosso bolso acabamos optando por produtos que não tem durabilidade, que vão nos deixar na mão e logo precisamos comprar outro para substituir. Tudo isso impacta no gasto financeiro sem fundamento, gastando um valor desnecessário que seria solucionado se tivéssemos optado pela qualidade ao invés do preço lá no primeiro momento.

Ao comprar, comprar e jogar fora aquilo que não tinha qualidade e nem durabilidade eu produzo cada vez mais lixo. Compro outro produto para substituir e então gasto mais dinheiro, levo para casa mais um produto, mais uma embalagem e produzo mais e mais lixo. Percebe como tudo está interligado? É um ciclo!

Como disse sempre gostei de sustentabilidade mas nos últimos anos venho repensando meu consumo, minhas escolhas e minhas compras cada vez mais e isso também impacta na minha situação financeira que também está passando por uma evolução de pensamento.

Quero trazer mais discussões sobre esse tema para o blog. É importante percebermos esse ciclo ao qual todos nós estamos inseridos para que tenhamos poder de decisão sob nossas escolhas e compras, e assim possamos viver melhor e de forma mais consciente. Afinal de contas a responsabilidade é toda nossa!

E você? Já pensou sobre consumo consciente? Pratica na sua vida?

 




 

 

Enfim 30…

Iniciei esse texto assim que completei 29 anos e você vai perceber que foi difícil concluir já que estou postando o texto 1 ano depois. A verdade é que assim como todos dizem, realmente essa época é realmente confusa. Pode parecer inadequado mas acho que me senti de fato tornando-me adulta, já que na faixa dos 30 anos já não dá mais para adiar decisões sobre o futuro seja financeiro, profissional, amoroso ou qualquer outro aspecto que uma vida adulta possa merecer ou desejar.

Você pode adiar sua vida profissional por anos mas chegará um momento em que fingir gostar ou não de alguma atividade pode sim não ser mais tão convincente até a vocês mesmo.  Você pode adiar o conhecimento e planejamento da sua vida alimentar mas chegará um momento em que você vai sim reconhecer que sua saúde é mais importante que qualquer outra situação. Você pode ficar com várias pessoas, discriminar seus sentimentos e ferir várias outras pessoas, mas também chegará um momento em que sentirá necessidade de criar laços verdadeiros. Você pode estar rodeado por amigos mas chegará uma hora em que você reconhecerá aqueles que realmente se importam, vai estabelecer prioridades e vai perder laços.

Tudo que você pode ter lido sobre a crise dos 30 realmente é verdade e vai ser diferente para cada um, mas a boa notícia é que todos sobrevivem e muitos estabelecem prioridades de vida após essa fase. Nos últimos meses eu estabeleci diversas prioridades, e em alguns assuntos ainda estou refletindo e buscando formas de caminhar. Acho que essa fase é mais de reflexão do que qualquer outra coisa.

Reafirmar aquilo que desejamos para nosso futuro muitas vezes requer coragem e sabedoria. Lógico que não dá para ter certeza que tudo dará certo, mas saber qual rumo tomar ajuda muito a chegar a algum lugar.

Nos últimos meses (talvez anos), reafirmei amizades, perdi laços importantes, melhorei minha alimentação e vi resultados, escolhi novas formas para melhorar minha vida financeira, reafirmei minhas opiniões sobre consumo e até encontrei um novo gosto profissional que me levou a acreditar em outras possibilidades para o futuro.

Como disse cada um vai manifestar essa fase de alguma forma, talvez esse momento não chegue a todos aos 30 anos, pode ser um pouco antes ou um pouco depois. Mas é certo que todos passam por um momento difícil de decisão que envolve o que buscar no futuro. Esse amadurecimento me foi tão importante até mesmo por concluir na decisão de continuar aqui no blog, fazendo o que eu realmente gosto.

É impossível prever como será a próxima década, mas acredito que trabalho e a busca por uma vida mais saudável deve me guiar nos próximos anos. Mas como saber se dará certo? Nunca saberemos mas enquanto isso seguirei firme em meus propósitos.

Mesmo não gostando de comemorar essa data eu sou grata por todas as oportunidades que me surgiram até o momento, e desejo que esse novo ciclo seja repleto de saúde, amor, e momentos bons.

Retrospectiva 2016 e Metas para 2017

O ano de 2016 foi mesmo de muitas mudanças principalmente aqui no Momento de Cuidar. Estamos completando 7 anos, dá para acreditar? Pois é, dia 30 de dezembro de 2009 estava escrevendo meu primeiro post e de lá para cá descobri um hobby que ainda sou apaixonada. De fato deixei ele de lado em muitos momentos e sempre retornei prometendo levar mais a sério mas a verdade é que ainda assim, sempre que tenho a oportunidade estou por aqui.

Esse ano, considerando minha vida pessoal, foi bastante intensa e em muitos casos acabei me conectando mais com minha saúde e cuidados pessoais. Sempre fui cuidadosa mas existem fatores que acontecem em nossas vidas que nos fazem pensar melhor sobre a vida que estamos levando e através disso acabamos estabelecendo outras prioridades. Assim foi meu 2016, comecei o ano fazendo exames de rotina, descobri situações desagradáveis que me fizeram passar metade do ano em pequenos tratamentos. Sofri perdas em vários sentidos, busquei me reconectar comigo mesmo durante meses e hoje estou aqui reafirmando planos de realizar pequenos sonhos.

Sei que o ano não foi fácil para muitos de nós, mas é importante tirar uma lição de cada acontecimento. Não basta desejar, é preciso ter disposição para sair do lugar e dar o primeiro passo. É preciso ter amor e compaixão pelo próximo, é preciso buscar conhecimento, é preciso ter empatia, é preciso ter respeito para que 2017 seja mais amigável e talvez mais prospero também em oportunidades.

E se você quiser ver grandes mudanças em sua vida em 2017, comece mudando sua relação com seu corpo e sua alimentação, foi assim que iniciou meu 2016, mesmo que forçada acabei mudando muito minha forma de ver as coisas (em todos os aspectos). É incrível como tantas coisas podem acontecer em um ano.

E é isso, desejo que você seja feliz, pense mais em você, em seu corpo, em sua alimentação, tenha muito amor e respeito a você mesmo e ao próximo. Obrigada por nos acompanhar durante todo esse ano!

Feliz Ano Novo!!!